1. FAQ – Invista no Pequeno

FAQ – Invista no Pequeno

Confira mais informações sobre a ação.

Investidor

1) Como vai funcionar esta ação?

Os pedidos do projeto Invista No Pequeno ficarão em uma área especial do nosso aplicativo, diferente de onde estão hoje os pedidos tradicionais. Cada cota terá o valor de R$ 100 e o investidor terá de desembolsar, no mínimo, R$ 200 para participar da iniciativa. A partir daí, a lógica é a mesma do funcionamento tradicional do nosso app: o investidor poderá escolher quem vai ajudar e adquirir as cotas que estarão disponíveis. Essa é uma ação que consideramos social e, por conta disso, orientamos nossos investidores que não tenham expectativa sobre retorno. Da mesma forma, também não é necessário considerar a diversificação, já que não haverá ganho substancial de capital.

2) E quanto a Mutual está doando para o Invista No Pequeno?

Além do envolvimento de grande parte do nosso time, nós também zeramos a nossa comissão. Ou seja, a Mutual não vai receber nada pela efetivação desses empréstimos. Além disso, também teremos custos operacionais, que não serão cobrados de nenhuma das partes e assumidos integralmente pela Mutual. Estamos abrindo a nossa plataforma, em caráter excepcional, porque sabemos da situação difícil que milhares de pessoas estão enfrentando por estarem impedidas de trabalhar e sustentar suas famílias.

3) Por que o prazo para o primeiro pagamento é tão longo?

Como dissemos, essa é uma ação para ajudar pequenos empreendedores que tiveram seus rendimentos prejudicados pela crise causada pela Covid-19. Por isso o prazo dos 90 dias. Esse é o tempo que pensamos que essas pessoas vão precisar para retornar para o mercado de trabalho e terem alguma renda novamente. Só depois disso estarão aptas a honrar com o pagamento desse crédito.

4) Quero participar dessa ação. Como faço?

Você precisa gerar um boleto no nosso app, com o valor que gostaria de ajudar os pequenos empreendedores. Ao fazer o pagamento, o dinheiro será depositado na sua carteira Mutual em até 1 dia útil. Depois disso, é só escolher, entre os perfis disponíveis, aqueles que você quer ajudar. É importante lembrar que o mínimo para iniciar o investimento é de R$ 200 e cada cota custa R$ 100.

5) Existe o risco de não receber o meu dinheiro de volta?

 

Sim, existe. Como dissemos anteriormente, essa é uma ação social, criada para auxiliar pequenos empreendedores que tiveram sua renda diminuída, ou totalmente cortada, por conta da crise do novo coronavírus. Por isso, não falamos de expectativa de retorno desse dinheiro.

6) Como saberei quem é a pessoa que estou ajudando?

Assim que o pequeno empreendedor fizer o cadastro no nosso aplicativo, ele precisará  informar alguns dados da sua empresa e anexar documentos que comprovem a existência dela. Essas informações serão analisadas pela equipe da Mutual, antes que essa pessoa seja liberada para solicitar crédito pelo nosso aplicativo. E esses dados estarão disponíveis para a consulta de quem quiser ajudar essas pessoas. É importante destacar que o crédito é para a pessoa física, com o objetivo de ajudar em despesas pessoais. Não estamos oferecendo crédito para empresas, mesmo que sejam pequenas.


7) Por que o valor dos juros é de 1%a.m.?

Porque, como dissemos, essa é uma iniciativa social. Não estamos oferecendo lucro, nem outras vantagens, para quem quiser participar.

8) Como acompanho o recebimento desse valor?

O recebimento do valor estará no dashboard da carteira Mutual. Se você já for investidor da nossa plataforma, ele aparecerá junto com seus outros investimentos.

9) O investimento social vai gerar algum retorno financeiro?

Este é um momento delicado, em que milhares de pessoas estão tendo suas rendas familiares ameaçadas. O objetivo desta ação é ajudar a quem precisa, exatamente por estar com a renda comprometida. Por isso, trata-se de um investimento em perfis de risco. Levando esse ponto em consideração, estabelecemos cotas de empréstimos em valores reduzidos, de R$ 100 por pessoa. O retorno financeiro para o investidor será simbólico, mas você estará fazendo muito mais do que conceder crédito. O objetivo maior é ajudar outras pessoas a recuperarem sua vida financeira.

10) Por que a Mutual não empresta o seu próprio dinheiro?

Somos uma fintech, não um banco. Mas nascemos com o DNA de democratizar o acesso ao crédito. E neste momento, em que as pessoas precisam muito de ajuda, estamos implementando essa iniciativa para realmente ampliar a oferta de dinheiro para quem mais precisa.

11) Como será feita a cobrança de eventuais devedores dessa ação?

As pessoas que solicitarem crédito por meio da ação Invista No Pequeno, só serão cobradas pelas vias automáticas: e-mail, SMS, push, entre outras. Isso significa que a nossa equipe de Pagamentos não adotará outros modelos de procedimentos para essas pessoas, como é realizado, usualmente, com quem está débito com a gente. Em caso de inadimplência constatado 30 dias após o vencimento da primeira parcela, a pessoa que pediu o empréstimo poderá ser negativada.

Nesses casos, a Mutual não dará entrada em ações judiciais, mas o investidor, que é proprietário da CCB, poderá fazer isso por conta própria, se quiser.

12) O marketplace do aplicativo está vazio por causa dessa campanha?

Os perfis desta campanha estão sendo exibidos em um marketplace paralelo, apenas com as pessoas que estão participando da nossa ação. O nosso marketplace principal pode sofrer desabastecimento momentâneo, em função da nova política de crédito, mais restritiva, que foi implementada por conta da crise da Covid-19.

13) A pessoa que passou pelo processo tradicional de aprovação não vai reclamar dessa taxa de juros de 1% a.m.?

A ação Invista no Pequeno tem o objetivo de ajudar pessoas que estão, momentaneamente, sem condições de trabalhar, conforme explicamos anteriormente. Como é uma ajuda, muito mais do que investimento, o pedido está fixado em R$ 1 mil, com essa taxa.

Nos pedidos tradicionais, o valor médio das solicitações é bem maior, gira em torno de R$ 10 mil, com taxas de juros mais altas e outros prazos para pagamento. Além disso, não existe a necessidade de comprovação da atividade como pequeno empreendedor.

14) Os perfis da ação Invista No Pequeno também estarão incluídos no investimento automático?

Não, os perfis dessa ação não estarão disponíveis para investimento automático. A escolha deles precisa ser manual.  

Pequeno Empreendedor

1) Como será feito o cadastro no aplicativo?

Será preciso preencher seus dados pessoais e também os do seu negócio. Por isso, você precisará nos informar o nome da sua empresa, o CNPJ dela, em qual dos perfis que destacamos ela se enquadra, o faturamento mensal e o link para os perfis dela nas mídias sociais. Essas informações são fundamentais para comprovar que você é um empreendedor e que depende do seu negócio para sobreviver. Mas é importante destacar que o crédito que estamos oferecendo é pessoal, voltado para despesas próprias. Não estamos concedendo crédito para empresas, mesmo que pequenas.

2) Quem pode solicitar um empréstimo nesta ação?

Esta ação é destinada, especificamente, a pequenos empreendedores com negócios em operação que tenham CNPJ registrado antes de 01/01/2020.

3) Posso solicitar empréstimo na Mutual, sendo MEI?

Sim, você pode fazer parte da ação Invista No Pequeno, se seus rendimentos foram afetados pela crise da Covid-19. Você pode solicitar R$ 1.000, com juro social de apenas 1% a.m., com a primeira parcela do empréstimo com vencimento para 90 dias.

4) Como autônomo, posso participar dessa ação social?

Pode participar, desde que tenha um CNPJ regularmente cadastrado, vinculado ao seu trabalho.

5) Em quanto tempo meu pedido de empréstimo fica disponível no aplicativo?

O prazo é de até 3 dias úteis para que a sua solicitação seja analisada e fique visível para os investidores. Após este período, o seu empréstimo ficará disponível no aplicativo durante 5 dias para que seja efetivado.

6) Como vou fazer para pagar o empréstimo, já que estou com a renda comprometida?

Sabemos dessa dificuldade e, por conta disso, estamos estendendo o prazo para pagamento. A primeira parcela será para daqui a 3 meses e os juros aplicados na operação são simbólicos, de apenas 1% ao mês.

7) Qual o prazo para análise do meu pedido, até ele ser aceito?

O prazo para análise do pedido é de até 3 dias úteis.

8) Quanto tempo meu pedido fica disponível para ser escolhido?

O pedido fica disponível para ser escolhido por até 10 dias.

9) Depois que o empréstimo for efetivado, eu posso devolvê-lo?

Sim. Neste caso, você precisa entrar em contato com a Mutual no prazo de até 7 dias úteis para ser feito o estorno desse valor.

10) Como é o pagamento desse empréstimo?

O empréstimo tem o vencimento da primeira parcela em 90 dias e pode ser dividido em até 9 vezes. Todos os boletos ficam disponíveis no aplicativo com a data de vencimento para pagamento.

11) Se eu quiser antecipar o pagamento de uma ou mais parcelas, tenho desconto?

Sim, o desconto será concedido com o abatimento dos juros da operação.

12) E se eu não pagar, o que acontece?

Em última instância, seu nome poderá ser negativado.

13) Mas o MEI pode ser negativado?

Nós estamos oferecendo crédito pessoal, não para as empresas. A negativação é possível porque será realizada com o CPF do empreendedor. Esse processo será realizado após 30 dias de atraso de alguma das parcelas.

14) Peguei um empréstimo na Mutual, em meu nome, mas gostaria de solicitar outro. Como faço?

Não é possível ter dois empréstimos ativos na nossa plataforma ao mesmo tempo.

Voltar para página da ação #InvistaNoPequeno.